Importância de um orçamento para a execução de obras

Você sabe o que compõe o projeto de orçamento e o que o faz tão essencial para a construção civil? Gastos? Custos? Será que só esses aspectos são o bastante para compor uma etapa tão detalhada e significativa em uma execução de obra? Essas perguntas serão respondidas abaixo, além disso, conceitos, exemplos, dicas e pontos interessantes serão apresentados sobre esse tema incrível.

  • Orçamento é um processo muito abrangente, principalmente se for retratado na área da Construção Civil e segue essa linha de planejamento:

1. Análise de Viabilidade:

Etapa que pode ser feita tanto antes de todo o processo de criação do projeto, quanto ele finalizado, nesses dois casos, pode haver algumas alterações de escolha necessária (material, equipamento, locação, etc). Isto é, desde o estudo do solo até a estimativa de preço da obra, as especificações (incluindo imprevistos) devem ser levadas em consideração para saber se a construção é viável financeiramente e/ou estruturalmente, tanto para construtora quanto para o cliente. Isso possibilita a quem está no comando prever gastos e necessidades, como (tempo, dinheiro, mão de obra e materiais) e ao interessado o ato de se programar para possíveis despesas, empréstimos e investimentos. Exemplos de estimativa de custos: a) Custo por hectare de urbanização:

b) Custo por metro linear de rede de esgoto ou de drenagem:

OBS: Deve-se ter em mente que essa etapa consiste em estudos, ou seja, deve haver à interpretação de projetos, memorial descritivo (usado para analisar estruturas similares ou já presentes no local) e, até mesmo, uma visita técnica para percepção melhor da projeção futura.

2. Orçamento Preliminar: É executado após a aprovação da análise de viabilidade e de empreendimento e possui mais detalhes do projeto como componentes importantes arquitetônicos e estruturais. Leva-se em consideração a estimativa de custos e o levantamento de algumas quantidades e alguns serviços.

Exemplos: a) Estruturais como gabarito, áreas, volumes, pesos, taxas estruturais tipo de fundação, etc; b) Organizacionais como especificações preliminares de equipamentos, lista de materiais, plantas arquitetônica da obra etc; c) Financeiros como custos de serviços de engenharia (concreteira/ terceirização/ fornecedores). OBS: O orçamento preliminar, por ter mais especificações, é mais preciso do que a Análise de Viabilidade.

3. Orçamento Analítico ou Detalhado: Possui composições de custos, pesquisas de preços e basicamente é um conjunto de documentos de itens:

a) Planilha orçamentária: documento com todos os materiais estruturais, impostos e taxas que afetam o preço final do orçamento; b) Detalhamento de insumos: materiais, equipamentos e mão-de-obra; c) Custos unitários: Diretos: Interfere diretamente à precificação do orçamento, Ex: funcionários, transporte de equipamentos, materiais, etc. Indiretos: Interfere indiretamente à precificação do orçamento, Ex: energia do escritório da empresa; d) Taxa de Encargos Sociais: associada aos possíveis funcionários da obra, então, inclui FGTS, INSS/PSS, férias, licenças, etc; e) Levantamento de quantitativos completo: quantidade específica de funcionários na obra, de cada tipo de material utilizado, de esquadrias, custos indiretos, etc; f) BDI: taxa relacionado ao custo adicionado que inclui as despesas indiretas, financeiras, de comercialização que o construtor pode ter, além de seu lucro. OBS: Como é a etapa final do orçamento, ela é de extrema importância, pois serve como parâmetro de licitação da obra, de controle de custos e, consequentemente, balizador na negociação de contratos.

  • Recomendações:

É necessário a revisão e/ou o destrinchamento da planilha orçamentária e o conhecimento do local da obra, assim como a técnica específica adotada e as formas gerenciais, visando evitar: a) Erros Matemáticos; b) Cotação errada de projetos e preços (tanto quantitativos, quanto salariais, respectivamente); c) Ausência de algum serviço; EXTRA:

Então a resposta para à pergunta "Será que só esses aspectos são o bastante para compor uma etapa tão detalhada e significativa em uma execução de obra? é…. NÃO! O projeto de orçamento vai muito além de medir custos e gastos, já que quem o faz necessita ter conhecimento, dedicação, planejamento em todos os processos incluídos no mesmo. Vale ressaltar sua importância para eficiência dos prazos, tal qual o controle financeiro e estrutural. Assim, esse será um documento detalhado que cumprirá, de forma mais exata possível, a efetividade da sua obra. Logo, visto a flexibilidade de um orçamento de obras, que objetiva sempre a qualidade, satisfação e o bem-estar de todos que participam desse processo, ele pode suprir tanto as necessidades financeiras, quanto pessoais do cliente!

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Precisa de um orçamento de obra que seja eficiente cumprindo todas as suas necessidades atreladas ao seu capital financeiro? A Construtiva Jr. resolve com um projeto!

Gabriella Maia, Graduanda em Engenharia Civil pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR).

#orçamento #orçamentopreliminar #orçamentoanalitico #gastos #custos #necessidades #estimativadecustos

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Facebook
  • Instagram